Criatividade, uma característica indispensável nos dias de hoje.

Se você procurar o significado de criatividade encontrará que a palavra vem do latim creare,  que significa criar, inventar, construir coisas novas, é uma característica do ser humano, onde alguns exercitam mais ou foram expostos a mais estímulos e portanto são mais criativos, outros que foram pouco estimulados ou não são desafiados a ser acreditam que são pouco criativos.  Porém, se criatividade é uma característica dos seres humanos e depende de estímulos, logo me arrisco a dizer que todos somos criativos, basta sermos estimulados para tal.
criatividade aplicadaSempre ouço muitos comentários do tipo “aquele povo criativo de publicidade…”, “deixa isso com quem é mais criativo, nós temos que pensar em resultados…”, agora quem disse que apenas “aquele povo criativo”  é criativo? É óbvio que um profissional de publicidade exerce muito mais sua criatividade, ele é diariamente estimulado e desafiado para isso, porém não significa que esta característica seja apenas dele, ela pode e deve ser também de outros cargos ou profissionais, sabe por quê?

Hoje, principalmente, com a internet e as mídias sociais, estamos vivendo um período de mudanças rápidas e voláteis, o que é novidade e sensação hoje não é mais amanhã, algumas novidades simplesmente desaparecem de sua timeline da mesma maneira que apareceram de uma hora para outra.

Nesta velocidade e contexto, empresas e pessoas terão que se adequar e se reinventar quase que diariamente, não dá mais para deixar a criatividade apenas na mão de alguns  profissionais, é preciso que toda a organização seja criativa a ponto de pensar o novo a todo o momento, é preciso colocar-se diariamente na pele do seu cliente e imaginar o que ele pode estar pensando ou precisando neste momento? O que fará com que ele não nos deixe? O que faz o cliente se apaixonar por uma marca, produto ou serviço?
A criatividade e inovação precisa estar presente e ser praticada desde setores como o financeiro, buscando, por exemplo, eliminar ou tornar mais amigável algumas burocracias, até a área de atendimento, tentando trazer algo diferente e inovador aos famosos “passos da venda”. Todos, sem exceção, precisam pensar em como fazer algo diferente que impacte positivamente na vida dos seus clientes.
A crise e as notícias ruins estão ai, mas os clientes também estão por ai, e posso afirmar com 100% de certeza, que mesmo na crise ainda há muita gente consumindo, há muita gente ávida por coisas boas e experiências diferenciadas.
E você, ainda acredita que a criatividade e inovação deve ser apenas para poucos?