Por que devemos investir no nosso auto conhecimento?

Existe uma frase, que uma vez ouvi ou li em algum lugar, mas não lembro a fonte nem o local onde isso aconteceu, que diz o seguinte: “não existem pessoas erradas, mas sim, pessoas certas nos lugares errados”, esta frase me chamou muita atenção e faz muito sentido, principalmente, nos dias atuais onde a competitividade no mercado de trabalho tem aumentado substancialmente e vemos cada vez mais pessoas novas e já tão infelizes se questionando sobre suas escolhas e inquietas com algo que fazem hoje.

Mas, o que esta frase quer dizer e o que tem a ver com auto conhecimento?

Ela diz muito, pois mostra que se você está infeliz onde está o problema pode não ser você nem a empresa, mas sim a junção do seu perfil com o esperado pela empresa, por exemplo. Mostra que não existem funcionários ruins, mas sim funcionários bons ocupando cargos que não condizem com seu perfil, portanto se você é um profissional que não está feliz veja se o lugar que ocupa é condizente com seu perfil, ou, se você é um empregador e considera um funcionário ruim veja se esta pessoa está no cargo certo, isto pode fazer toda a diferença!

Em todo o mundo, nunca encontraremos alguém igual a nós, somos todos diferentes, e não estou dizendo apenas na aparência, mas sim em atitudes e comportamento, já percebeu como algumas pessoas são muito mais enérgicas, como algumas são extrovertidas e conseguem chamar a atenção toda para si, enquanto outras preferem a neutralidade, algumas adoram organização e checklists para poder fazer suas tarefas diárias, outras preferem uma certa dose de desorganização, enfim, existem milhares de diferenças e isto tem a ver com o perfil comportamental de cada um, tem a ver com o que chamamos de self ou essência.

Por isso, cada um de nós deveria investir pelo menos um pouco de tempo de nossas vidas para se auto conhecer melhor, gastamos um tempo imenso para conhecer novos lugares, pesquisando sobre novas baladas, novas empresas, novos produtos etc., mas esquecemos que devemos antes de qualquer coisa nos conhecer profundamente, saber qual nosso perfil, sou uma pessoa analítica? Extrovertida? Introvertida? Se sou analítico por que não buscar algo em sintonia com meu perfil? Se sou comunicativo e adoro falar com pessoas por que vou trabalhar com números numa sala em silêncio?

Existem várias maneiras para você se auto conhecer, algumas delas são: fazer algumas sessões com um psicólogo, lembrando que, psicólogos podem ajudar e muito e não são apenas para pessoas doentes, você realizar um teste de assessment com um bom profissional, você pode exercitar a meditação, leituras, e até mesmo se auto avaliar constantemente, estas são algumas maneiras, mas você pode escolher a que melhor se encaixe com você, o mais importante é que faça e quer um conselho? 

Comece hoje mesmo, boa sorte e muito sucesso!!!

“Uma pessoa que se tornou consciente de si mesma está em melhor posição de prever e controlar seu próprio comportamento.”

Burrhus Frederic Skinner Psicólogo e escritor americano