Se você já ouviu falar inúmeras vezes sobre markup, mas não sabe ao certo o que é nem como calcular, aproveite este artigo que preparamos para tirar todas as dúvidas sobre este conceito tão importante em gestão financeira.

Com ele você poderá ter certeza se o preço de venda de um determinado produto, ou, serviço está correto, se este irá cobrir os custos de produção e distribuição, os encargos e por fim se será possível atingir seu lucro almejado.

Neste artigo, vamos abordar o markupde forma preparativa, você irá encontrar as seguintes questões:

  • O que é Markup? 
  • Como funciona?
  • Como calcular o Markup?
  • Quais variáveis devem ser consideradas no cálculo?
  • Como é feito a Precificação Com o Markup?
  • Markup divisor e Markup multiplicador;
  • Diferença entre Markup e a margem de lucro.

O que é o Markup?

markup é um índice utilizado para o desenvolvimento da precificação de venda, ele indica quanto o preço do produto ou serviço está acima do seu custo de produção e distribuição. Significa diferença entre o custo de um bem ou serviço e seu preço de venda.

Não existe um índice de markup ideal, pois este índice difere, conforme o tipo de produto ou serviço, a indústria em que ele está inserido e o nível de competitividade do mercado.

Como funciona este índice?

Para que você encontre a forma ideal do uso para o seu negócio é necessário que você relacione as despesas fixas e variáveis, os custos operacionais, impostos, encargos e os demais gastos da empresa com as suas atividades. 

Saiba a importância de controlar os custos e despesas de sua empresa neste artigo.

markup é o que auxilia a empresa a garantir um preço final suficiente para cobrir todos os processos e ainda, gerar uma margem de lucro bem sucedida.

Quais variáveis devem ser consideradas no cálculo?

São inúmeros os elementos que compõe o markupe iremos ver cada um deles abaixo:

CMV – no caso de empresas que vendem produtos

É o Custo de Mercadoria Vendida que determinará todo o gasto empregado para comprar e conservar os produtos, até que estes sejam vendidos.

E para isso é preciso identificar:

  • os custos de aquisição;
  • os descontos obtidos;
  • os impostos recuperáveis;
  • os impostos não recuperáveis;
  • os fretes pagos;
  • o pagamento de seguros;
  • e outras despesas relacionadas à aquisição.

De forma que para saber o seu Custo de Mercadoria Vendida, você irá aplicar a seguinte fórmula:

Custo de aquisição – descontos – impostos recuperáveis + impostos não recuperáveis + fretes + seguros + outras despesas.
  • Impostos

Um ponto muito importante é o regime tributário escolhido pela sua empresa, pois, este tem ligação direta com os créditos, ou, débitos de ICMS e para saber o percentual dos impostos que incidem sobre as vendas é necessário verificar com o departamento fiscal/contabilidade, assim, você saberá a alíquota incidente sobre o seu faturamento.

  • Comissões

Trata-se do percentual pago aos profissionais do setor comercial por venda realizada.

  • Custo fixo

São aqueles com relação indireta com as vendas realizadas e por isso estes não oscilam independem do volume de faturamento do seu negócio.

Saiba mais sobre custos e despesas, neste artigo.

  • Lucro

É a margem de lucro, o percentual de cada venda, sendo uma margem variante e indeterminada por sua própria natureza. 

CSP – no caso de empresas que prestadoras de serviço

É o Custo do Serviço Prestado, que irá determinar todo custo envolvido para a prestação de um determinado serviço.

Para isso é preciso identificar:

  • os custos com as pessoas que estarão ligadas diretamente na entrega do serviço;
  • os impostos e encargos a pagar;
  • custo da matéria prima envolvida para a realização do serviço;
  • custo dos insumos necessários;
  • o pagamento de seguros;
  • e outras despesas relacionadas à prestação do serviço.

Como é feito a Precificação Com o Markup?

markupé utilizado para determinar os preços de produtos ou serviços seja de forma individual, ou, geral dependendo das necessidades do seu negócio. Como por exemplo, em determinados itens que possuem valores baixos, estes tem o intuito de garantir um maior volume de vendas, consequentemente aumentando a competitividade no mercado.

Após identificar as despesas fixas, as variáveis e o lucro desejado, basta utilizar a fórmula abaixo para descobrir o índice do markup:

Exemplo: 100 / 100 – (despesas fixas + custos variáveis + lucro).

O índice localizado será colocado sobre o custo de mercadoria vendida (CMV)ou custo do serviço prestado (CSP) e o resultado será o preço de venda do produto ou serviço.

Para que você entenda melhor a prática, vamos usar um segundo exemplo:

Imagine um produto X com o custo de aquisição de R$50,00, suas despesas fixas correspondem a 6% do custo por produto e as variáveis correspondem a 10%. O seu lucro será estimado em 30%.

Com essa fórmula do markup, obteremos:

100 / [100 – (6 + 10 + 30)]
= 100 / (100 – 46)
= 100 / 54 = 1,85

Com a somatória do índice encontrado ao CMV, teremos o preço de venda:

Preço de aquisição R$50 x 1,85 = 92,59.

Se fizermos a conta inversa para saber se está correta, teremos:

Preço de venda          R$ 92,59 
Lucro estimado ( – )30%          27,78 
Despesa fixa ( – )6%            5,56 
Custos variáveis ( – )10%            9,26 
Total (PV – Custos)         R$50,00 

Para que a venda do produto seja suficiente para cobrir todos os custos e gerar o % de lucro desejado, ele deve ser vendido por R$92,59.

Markup Divisor e Markup Multiplicador 

Para realizar o cálculo do preço de venda você pode utilizar o markup divisor e o markup multiplicador.

Sendo necessário calcular separadamente esses dois índices, e para isso é necessário conhecer as siglas para fazer os cálculos, sendo eles

  • PV: Preço de Venda;
  • PC: Preço de Custo;
  • CTV: Custo Total da Venda;
  • MKD: Markup Divisor;
  • MKM: Markup Multiplicador.

Vamos a diferenciação dos dois principais divisores, começando pela fórmula do markup divisor.

Vamos dizer que você adquiriu uma Bolsa do seu fornecedor no valor de R$100,00, esse será seu preço de custo. O ICMS sobre a venda será de 18%, PIS e COFINS serão de 4,65%. 

Para o valor de comissão dos vendedores adicionaremos 2,5% e para todas as despesas administrativas o valor de 6%. Como margem de lucro usaremos o valor de 20%.

Então, o nosso cálculo ficará com a seguinte fórmula:

(+) ICMS da venda = 18% (+) Comissão do Vendedor = 2,5% 
(+) PIS e COFINS = 4,65% (+) Despesas Administrativas = 6% 
 (+) Lucro desejado = 20% (=) CTV = 51,15% 

Todas as despesas e impostos somados ao seu percentual de lucro, resultará em 51,15%. A partir do resultado CTV, será possível realizar o cálculo do markup divisor. 

Vamos exemplificar este cálculo:

MKD = (PC – CTV) / 100
MKD = (100 – 51,15) / 100
MKD = 48,85 /100
MKD = 0,4885 

Utilizando o índice do markup divisor, será possível calcular o valor de venda do produto:

PV = PC /MKD
PV = R$100,00 / 0,4885
PV = R$204,70

O valor que cobrirá todos os custos e ainda gerará lucros será R$204,70.

Markup multiplicador

O markup multiplicador irá nos proporcionar saber o valor de venda da Bolsa de forma fácil e para isso precisamos ter definido o valor do markup divisor.

Para calcular o markup multiplicador, usaremos a fórmula abaixo:

MKM  = 1 / MKD
MKM  = 1 / 0,4885
MKM  = 2,047708

Agora que sabemos o markup multiplicador calcularemos o valor de preço de venda, conforme segue:

PV = PC x MKM
PV = R$100,00 x 2,047
PV = R$204,70

Resultará então, no preço de venda de R$204,70 o mesmo valor alcançado com a fórmula do markup divisor.

De forma que nosso cálculo se demonstra correto, pois, com o markup multiplicador de 2,047 na compra do produto e se mantivermos as porcentagens de impostos e despesas, assim, como, a média estimada de lucro em 20%, apenas precisaremos aplicar o índice multiplicador pelo custo do produto, não sendo preciso refazer as contas pelo markup divisor.

Diferença entre Margem de Lucro e Markup

O índice markupdiverge da margem de lucrono sentido de que este é um meio de precificaçãoque considera os valores do processo como um todo, tais como, custos, despesase etc. 

O erro mais comum que existe no mercado, é aplicar o percentual de lucro esperado diretamente sobre o preço de custo e acreditar que está obtendo a margem de lucro desejada, porém, isso não é verdade.

margem para obtenção de lucrosdeverá ser calculada pelo o seu preço final e não pelo custo, por exemplo:

Se o seu produto custa R$100,00 e você aplica sobre ele 20% de margem, o seu preço final será de R$120,00, porém, 20% de R$120,00 é igual a R$24,00, logo você não estará ganhando 20%.

Simples não?!

Por este motivo é tão importante que você tenha conhecimento sobre esses índices para realizar a precificação de seus produtos/serviços com segurança.

Se você tiver mais alguma dúvida escreva nos comentários ou se preferir entre em contato por e-mail.

Pin It on Pinterest

Share This